.

"Quem dera se por um descuido, Deus te fizesse eterno..."

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

...esse tal do amor...




'E o que eu sinto é o tal do amor. Aquele surrado, mal-falado, desacreditado e raro amor, que eu achava que não existia mais. Pois existe. E arrebata, atropela, derruba, o violento surto de felicidade causado pelo simples vislumbre do teu rosto.'

(Lucas Silveira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Photobucket Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Antoine de Saint-Exupéry