.

"Quem dera se por um descuido, Deus te fizesse eterno..."

sábado, 22 de janeiro de 2011

'...Eu vim aqui me buscar...'


Uma grande pensadora,que se expressa com grandes palavras também!...deixo aqui pensamentos da nossa querida Ana Jacomo! :)


Eu vim aqui me buscar. E aqui parecia ser longe, mto longe do lugar onde
eu estava. O medo costuma ver as distâncias com lente de aumento.
Vim aqui me buscar pq a insatisfação me perguntava incontáveis vzs oq eu
iria fazer para transformá-la e chegou um momento em q eu ñ consegui
mais lhe dizer simplesmente q eu ñ sabia. Vim aqui me buscar pq cansei
de fazer de conta q eu ñ tinha nenhuma responsabilidade com relação ao
padrão repetitivo da maioria das circunstâncias difíceis q eu
vivenciava. Vim aqui me buscar pq a vida se tornou tediosa demais.
Opaca demais. Cansativa demais. Encolhida.
Vim aqui me buscar pq, para onde quer q eu olhasse, eu ñ me encontrava.
Pq sentia uma saudade tão grande q chegava a doer e, embora persistisse
em acreditar q ela reclamava de outras ausências, a verdade é q o tempo
inteirinho ela falava da minha falta de mim.
Vim aqui me buscar pq percebi q estava mto distante e q a prioridade era eu me trazer de volta. Isso se quisesse experimentar contentamento. Se quisesse criar
espaço, depois de tanto aperto. Se quisesse sentir o conforto bom da leveza, depois de tanto peso suportado. Se quisesse crescer no amor.
Vim aqui me buscar, com medo e coragem. Com toda a entrega q me era possível.
Com a humildade de quem descobre se conhecer menos do que supunha e com o claro propósito de se conhecer mais. Vim aqui me buscar para varrer entulhos.
Passar a limpo alguns rascunhos. Resgatar o viço do olhar. Trocar de bem com a vida. Rir com Deus, outra vez. Vim aqui me buscar para ñ me contentar com a mesmice. Para dizer minhas flores.
Para ñ me surpreender ao me flagrar feliz. Para ser parecida comigo.
Para me sentir em casa, de novo.

Vim aqui me buscar. Aqui, no meu coração.
(Ana Jacomo)

Um comentário:

  1. Continuo a passear no seu cantinho e continuo a surpreender-me pela beleza das suas palavras...

    Queria aqui contar-lhe a felicidade que eu tive neste meu último post "DIA MUNDIAL DA CRIANÇA" dedicá-lo a uma criança a entrar na pré adolescência...

    É uma jovenzinha que eu adoro e que tento dentro dos meus possiveis ajudá-la no seu sorrir...

    Vejo-a a crescer desde o seu nascimento. Sua mãe também a conheço desde o nascimento...

    Aos dois aninhos esta criança (a que eu lhe dedico o poema nos seus 10 aninhos) já vinha ao meu encontro de bracinhos no ar e saltitando como um passarinho me chamando " Zé Zé Zé"

    Tenho uma filha de 31 anos e me deu um neto, o Tomãs que ta quase a fazer 5 aninhos...Quando ele está cá, na casa dos avós, onde ele passa todos os seus momentos livres do infantário/escolinha e nem quer ir para sua casa, a dos pais...

    Esta menina Aniversariante que tenho estado a falar...Passa muito momentos aqui no nosso extenso pátio a brincar com ele...E quando está cansada de correr com o Tomás...Senta-se á minha beira e aí temos longas conversas...Parece um papagaio e como adoro ouvi-la...É uma criança, a minha amiga...Linda, inteligente e estou a tentar que ela sinta a beleza dos poemas...

    Como ela ficou feliz pelo meu post para ela e como ela irá ficar radiante pelas opiniões que agora as minhas leitoras lhe vão dirigir...

    Fique bem, fique feliz...

    Bjnhs do ZezinhoMota

    O post referido está no

    A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com

    ResponderExcluir

Photobucket Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Antoine de Saint-Exupéry