.

"Quem dera se por um descuido, Deus te fizesse eterno..."

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011



“A decisão de confiar ou não em uma pessoa é como decidir se você vai subir numa árvore ou não, porque você poderá ter uma vista maravilhosa do último galho, ou então acabará simplesmente todo coberto de seiva, e por essa razão muitas pessoas preferem ficar o tempo todo sozinhas dentro de casa, onde é mais difícil se machucar com farpas de madeira.”
(Lemony Snicket)

7 comentários:

  1. É verdade. Você sempre tem a escolha de se arriscar ou de ficar sempre se protegendo.

    Adorei seu blog.

    ResponderExcluir
  2. Olá.Com muita alegria vim retribuir sua visita, digo com alegria, porque vi grandes pensamentos aqui. Bem, sobre as pessoas, temos sempre que acreditar, não é? Beijos e volte sempre.

    ResponderExcluir
  3. Mas a verdade é que arriscar é sempre necessário! =)

    beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Oi....

    Obrigada pelo carinho de sempre!

    Amei seu post!

    A vida é pra ser vivida...com medos...arriscando...pq não existe fórmula.

    bjos e carinho!

    Zil

    ResponderExcluir
  5. Oi linda, adorei o post...

    Na realidade eu acho que tem pessoas que se deixam machucar mesmo sem sair de casa sabia?

    Beijos

    Ani

    ResponderExcluir
  6. Penso que na vida valem todos os riscos pra sermos felizes e vermos as mais belas paisagens...da alma...grande beijo de bom dia.

    ResponderExcluir
  7. Nossa quanta verdade nisso...
    Já me vi exatamente assim, eu sempre decido confiar..mas sempre acabo coma visão embaçada pela selva..

    Nada fácil...

    Shalom

    ResponderExcluir

Photobucket Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Antoine de Saint-Exupéry